06 de dezembro de 2016 - 13:02

última hora
17/11/2016 às 16h07 • atualizado em 17/11/2016 às 17h51

Juiz cassa prefeito reeleito e determina novas eleições na PB

salvan

O juiz da 63ª Zona Eleitoral em Sousa, Anderley Ferreira Marques, julgou parcialmente procedente, nesta quinta-feira (17), a Ação de Investigação Judicial Eleitoral impetrada pela Coligação Renovação e Mudança contra o prefeito reeleito no município de Nazarezinho, Salvan Mendes Pedrosa (PR), e cassou o seu registro de candidatura e do vice: Francisco do Vale.

O magistrado também declarou os dois inelegíveis por oito anos, aplicou multa de R$ 10 mil e determinou novas eleições no município.

Salvan é investigado pelos supostos crimes de conduta vedada, abuso de poder e uso de maquinas do PAC em obra de um parque de vaquejada particular.

O prefeito venceu as eleições com apenas sete votos de diferença. Ele obteve uma votação de 2.612, representando 50.07% dos votos. O candidato derrotado, Marcelo Batista Vale, mais conhecido como “Marcelo de Titim”, obteve 2,605 votos (49.93%).

Os advogados de defesa do prefeito já anunciaram que irão recorrer da decisão no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

MaisPB (com Diário do Sertão)