João Pessoa, 29 de abril de 2017 | --ºC / --ºC 00:00 - 0.2 | 06:17 - 2.6 | 12:30 - 0.1 | 18:49 - 2.4 $ Dólar 3,17 - € Euro 3,45

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Audiência e o gesto de Temer à Paraíba

Comentários:
17/11/2016 às 11h17 • atualizado em 17/11/2016 às 11h22
A- A+
Ricardo Coutinho e Michel Temer

Ao receber o governador, presidente não fez nenhum favor a Ricardo Coutinho, adversário declarado, e nem a Paraíba, mas teve postura republicana de estadista

Ainda que nada de concreto tenha, efetivamente, produzido, em termos de liberações imediatas de recursos ou deferimento de pronto das demandas apresentadas, a audiência concedida pelo presidente Michel Temer ao governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, pode ser contabilizada como positiva, como mesmo admitiu o socialista, ontem.

Nela, Ricardo teve a especial oportunidade de apresentar pleitos, fazer sugestões e até ponderações, como no caso do pedido de mais debate a respeito da Reforma do Ensino Médio. Todas devidamente levadas em conta e ouvidas atentamente por Temer, no dizer dos presentes ao encontro.

A agenda serviu, também, para desmistificar as teses e especulações de retaliação ao governador, bastante fermentadas nos últimos meses. Se fosse mesquinho e vingativo, Temer não teria aberto as portas do Palácio do Planalto a um chefe de Estado que classificou de “golpe” e ilegítimo o processo de impeachment que lhe alçou à Presidência.

Se agisse com personalismo ou guiado pelo câncer da disputa política menor, poderia ter se mantido surdo aos apelos de audiência e tratado o governador paraibano como um adversário do seu “projeto” e, portanto, digno de ser ignorado, relevado e até combatido.

Temer agiu diferente. Cumpriu com sua obrigação institucional e política. Não fez nenhum favor a Ricardo e nem muito menos à Paraíba. Apenas o dever de um estadista e de quem consegue conviver, sem cara feia, com a democracia do contraditório. Foi um gesto exemplar. E republicano.

Canal…
Interlocutor do encontro, Raimundo Lira (PMDB) frisou que a audiência desobstruiu completamente a relação Temer/Ricardo.

…Aberto
Para Lira, a agenda abriu portas políticas, administrativas e até pessoais. “Temer mostrou apreço por Ricardo”, registrou o senador.

João Alves desembargadorCombate às regalias
“Temos que enfrentar. Todos os poderes têm problemas. Nossa intenção é sermos transparentes e darmos todas as informações e respostas à sociedade”. Foi o que disse, ontem, ao 60 Minutos – Rede Arapuan de Rádios – o presidente eleito do Tribunal de Justiça da Paraíba, João Alves (foto), ao ser questionado sobre como vai encarar os apelos da sociedade de corte e quebra de privilégios no Poder.

BRASAS

Asfixia – Em seu artigo semanal, o empresário Roberto Cavalcanti não economizou críticas à Medida do Governo do Estado, via Detran, que travou o financiamento de veículos na Paraíba.

*Relax – Belo Horizonte (MG) foi o refúgio escolhido pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para descansar com a família no feriadão.

*Sede – Na audiência com o governador Ricardo Coutinho, o prefeito eleito Zé Aldemir (PP) reservou um capítulo sobre o abastecimento de Cajazeiras.

*De volta ao front – A ex-candidata à prefeita da Capital, Cida Ramos, criticou, hoje, em evento na UFPB, o “desmonte das políticas sociais” no Governo Temer.

*No exercício – À Coluna, deputado Bruno Cunha Lima (PSDB), em dieta especial, diz não ter apetite por tirar licença da Assembleia, como se especulou.

*Exumação – O deputado Tovar Correia Lima (PSDB) ‘revirou’ o Caso Bruno Ernesto na tribuna da Assembleia.

FALA CANDINHA!
Desde o descobrimento
De Dona Candinha sobre a prisão do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral. “Faz tempo que essa família rouba o Brasil”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Na reforma, o nível do secretariado do novo governo Luciano Cartaxo vai se manter, cair ou elevar?

hervazio-rgPINGO QUENTE
“É só para aparecer e esconder o mandato pífio”. Do líder do governo na Assembleia, Hervázio Bezerra (PSB), sobre o coordenador, Benjamin Maranhão (SD), que colocou a bancada federal à disposição do Governo para audiência com Temer.

Leia Também

Uma chance histórica da Paraíba

Ainda que nada de concreto tenha, efetivamente, produzido, em termos de liberações imediatas de recursos ou deferimento de pronto das demandas apresentadas, a audiência concedida pelo presidente Michel Temer ao […]