06 de dezembro de 2016 - 11:07

última hora
19/10/2016 às 11h00 • atualizado em 19/10/2016 às 12h48

Prefeito abandona gestão e paralisa serviços

Escolas em Itabaiana estão sem aulas - Foto reprodução TV Cabo Branco Escolas em Itabaiana estão sem aulas – Foto reprodução TV Cabo Branco

A cidade de Itabaiana, no Vale do Paraíba, no Agreste do Estado, vive um caos administrativo após o prefeito Antônio Carlos, do PMDB, afastar servidores e atrasar por vários meses o pagamento do funcionalismo e fornecedores. Há informações de servidores que estão há quatro meses sem receber. O atraso de pagamento salarial atinge também os aposentados.

Os problemas administrativos se acentuaram após o peemedebista ser derrotado nas urnas, na disputa pela reeleição no último dia 2.

De acordo com denúncias de moradores, as escolas do município estão sem aulas por atraso no pagamento dos professores. A situação se repete nos postos de saúde e na Policlínica da cidade, onde faltam médicos e remédios para a população. “Todos os médicos especialistas foram demitidos, e a policlínica parou de funcionar”, denunciou um morador.

No posto de saúde, localizado no bairro Açude das Pedras, por exemplo, falta até energia elétrica.

Postos de saúde estão sem médico e atendimento - Foto reprodução - TV Cabo Branco

Postos de saúde estão sem médico e atendimento – Foto reprodução – TV Cabo Branco

Ainda na área da saúde, o Samu da cidade está sem funcionar também por falta de pagamento aos funcionários. Até a ambulância deixou de atender à população, que hoje conta apenas com uma equipe de plantão na base do serviço.

Outro problema vivido pelos moradores de Itabaiana é o acúmulo de lixo na cidade. Informações dão conta que os agentes de limpeza também estão sem receber.

Por conta do desmando administrativo, o Ministério Público da cidade ajuizou ação civil pública para que o município solucione a situação. A ação está em tramitação na Justiça. Caso acatada, o prefeito Antônio Carlos poderá responder por improbidade administrativa.

Em meio ao atual panorama, a atual administração gastou,  conforme levantamento feito junto ao Sagres, do Tribunal de Contas da Paraíba, o equivalente a R$ 88.351,83, com a locação de um imóvel destinado a instalações da residência oficial do prefeito Antônio Carlos, nos últimos quatro anos.

Confira os empenhos, com os pagamentos dos aluguéis:

Empenhos 2013

Empenhos 2014

Empenhos 2016

Empenhos 2015

Alexandre Freire – MaisPB