João Pessoa, 26 de maio de 2017 | --ºC / --ºC 04:30 - 2.6 | 10:41 - 0.0 | 16:58 - 2.6 | 23:00 - 0.1 Dólar 3,28 - Euro 3,68

ÚltimaHora
símbolo sexy

Prestes a fazer 50 anos, Claudia Raia brinca com boa forma: “Corpo de 25”

Comentários:
publicado em 15/10/2016 às 09h48
atualizado em 15/10/2016 às 09h49
A- A+
Claudia Raia (Foto: João Miguel Júnior/ TV Globo)

De volta ao ar em “A lei do amor”, Claudia Raia tem uma trama movimentada. Na novela das 21h, Salete, sua personagem, já fez a primeira conquista: Robinson (Gabriel Chadan). Nos próximos capítulos, ela se envolverá com outros funcionários de seu posto de gasolina.

– Ela pega, mas não se apega. Apenas se diverte com eles, já que está solteira. A personagem é totalmente do bem, solar, espevitada e cheia de energia. Ela é meio mãe e irmã dos meninos – resume a atriz.

A personagem não é uma das protagonistas, mas, segundo Claudia, também terá sua importância na história:

– Ela vai correndo por fora. Sempre tem uma ou duas cenas por capítulo, no máximo, mas são boas e bem escritas. Dá prazer de fazer. Aparecer muito nem sempre é o melhor. De que adianta ter várias sequências e não dizer nada? Isso não acontece com a Salete.

A atriz se prepara para completar 50 anos em dezembro. Ela diz que não está pensando em grandes comemorações.

– Devo viajar com meus filhos (Enzo e Sophia) e com Jarbas (Homem de Mello, seu marido) rapidamente, já que estarei gravando a novela ainda – conta ela, que diz se sentir muito jovem. – Acho que tenho 15 de idade mental e corpo de 25. É impressionante. Graças a Deus, estou muito bem. Só fico mais cansada quando durmo pouco, mas, de resto, segue tudo igual.

Segundo a atriz, a pergunta mais recorrente do público é “você dorme no formol?”:

– Outro dia uma senhora levantou da mesa dela num restaurante e veio até mim. Pediu desculpas por incomodar e perguntou o que eu fazia. Ela disse: ‘Não é possível que você não faça nada. Você é como vinho’. Sempre digo que soube que ia envelhecer e, por isso, me cuidei. Sou bailarina e, durante a vida inteira, fiz atividade física intensa e me alimentei bem. Nunca fui uma pessoa baladeira. Sou animadíssima, vou a qualquer lugar para o qual me convidam, mas não vivo na noite me drogando e bebendo. Escolhi outro estilo de vida.

O Globo

Leia Também

error: Conteúdo protegido!