João Pessoa, 27 de março de 2017 | 23ºC / 29ºC 05:53 0.9 | 12:04 1.9 | 18:36 0.8 $ Dólar R$ 3,08 - € Euro R$ 3,34

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Cabedelo e a rasteira de Leto

Comentários:
13/10/2016 às 13h02 • atualizado em 13/10/2016 às 13h05
A- A+
leto-viana-2

De vereador a prefeito reeleito, Leto consegue proeza de derrotar todos os adversários de uma vez só

Na política, a sorte é um ingrediente que faz diferença. O prefeito reeleito de Cabedelo, Leto Viana, é um desses agraciados pelo destino. Viu a Prefeitura cair no seu colo, menos de dois anos após a retumbante eleição e surpreendente renúncia de seu companheiro de chapa, Luceninha.

Nessa eleição, os fatos também conspiraram a favor de Leto, agora reeleito. No começo da campanha, viu aliados romperem e adversários pulverizarem candidaturas contra sua reeleição. Viana soube agir no vácuo e no desencontro da oposição e consolidou sua dianteira.

Mas o melhor para ele veio na reta final, quando oponentes, diante da inviabilidade eleitoral, correram do páreo e se uniram à principal concorrente, Eneide Régis. Foi assim com Lucas Santino e depois com Fernando Sobrinho, que morreram agarrados com a esposa do ex-prefeito Zé Régis.

A ânsia dos rivais em defenestrá-lo deu a Leto um resultado com sabor especial. O da oportunidade de derrotar todos de uma só vez.

Proposta…
Na última entrevista que me concedeu, Leto afirmou que tanto Lucas quanto Fernando lhe fizeram pedidos indecentes de adesão.

…Indecente
“Queriam lotear secretarias e eu não aceitei”, asseverou Viana, presumindo que Eneide topou assumir a fatura exigida.

Adriano Galdino 1Palavra mantida
“Eu continuarei com o que foi acordado”. A frase é do presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB-foto), sobre o compromisso com Gervásio Filho na Presidência da Casa, no segundo biênio da Mesa Diretora, apesar dos rumores de movimentos para quebra do acordo.

BRASAS
*Motivação – São apimentadas as justificativas de bastidores do vice-prefeito Ronaldo Filho (PSDB) sobre sua pretensa candidatura a deputado estadual em 2018.

*Pesar – A prematura morte do estudante de Jornalismo e assessor de imprensa Dan Barbosa pegou de surpresa todos os colegas do meio.

*Isolamento – O incendiário vereador Renato Martins (PSB) curte exílio voluntário em Fortaleza (CE), onde tem raízes e familiares.

*Sobrevivência – Ninguém se surpreenda se a ala derrotada do PMDB em municípios estratégicos se rebelar contra o comando do partido no Estado.

*Beicinho – A oposição acha que Ricardo faz só “charme” quando, acertadamente, insinua que pode ficar no Governo até o fim.

FALA CANDINHA!
Identificação
Dona Candinha perguntou à sua vizinha Eurides e ela mesma respondeu qual é o artista preferido dos políticos: “Safadão”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Quando Ricardo admite ficar no Governo não estaria desconsiderando o papel da vice Lígia Feliciano no processo?

renatoPINGO QUENTE
“Ele não pode vender o seu silêncio”. Do líder da oposição na Assembleia, Renato Gadelha (PSC-foto), sobre o inflamável Renato Martins.

Leia Também

Colunas

Whatsapp(83) 99346-5236

  • Memorial na Ponte de Westminster
  • Gilberto Gil e Raimundo Asfora, em Campina Grande
  • Pôr do sol em Marizópolis

Pôr do sol em Marizópolis

Enviado por
Ivan Alves

mais lidas