20 de janeiro de 2017 - 21:13

última hora
11/10/2016 às 09h19

Ao menos 10 pessoas morrem em explosão no norte da Síria, diz ONG

Pelo menos 10 pessoas morreram quando um homem-bomba se explodiu em uma vila no norte da Síria na madrugada desta terça-feira (11), disse o grupo de monitoramento Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

A explosão ocorreu em Al-Mashi, que fica próximo da cidade de Manbij, segundo o grupo. Forças apoiadas pelos Estados Unidos capturaram Manbij e seus arredores do Estado Islâmico em agosto.

O conflito na Síriax deixou mais de 300 mil mortos desde 2011 e provocou a pior tragédia humanitária, com vários milhões de deslocados, desde a Segunda Guerra Mundial.

Estado Islâmico
O grupo autointitulado Estado Islâmico viu o território que controla no Iraque e na Síria diminuir em mais de 25% desde janeiro do ano passado, segundo dados da empresa de estudos em defesa e segurança IHS divulgados no fim de semana.

De acordo com os analistas da IHS, a área ocupada pelo Estado Islâmico nesses países foi reduzida em 28%, encolhendo de 78 mil metros quadrados para 65.500. No entanto a empresa mostra que nos últimos três meses as perdas territoriais diminuíram – desde julho, o grupo extremista muçulmano “cedeu” apenas 2.800 quilômetros quadrados.

E essa redução parece acompanhar a diminuição de ataques aéreos da Rússia contra alvos do EI, na opinião dos especialistas da IHS. No início de 2016, 26% dos bombardeios russos se concentraram em posições do grupo, mas o percentual caiu para 17% a partir do meio do ano.

“Em setembro, (o presidente da Rússia), Vladimir Putin, disse que combate o terrorismo internacional e o Estado Islâmico especificamente”, explica Alex Kokcharov, analista de Rússia para a IHS. “Nossos dados sugerem que esse não é o caso”.

G1

Mais Lidas