João Pessoa, 21 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
cultura

João Pessoa recebe exposição “Vidas Refugiadas” neste sábado

Comentários:
publicado em 06/10/2016 às 10h50
atualizado em 06/10/2016 às 11h07

O Centro Cultural Ariano Suassuna, recebe, no próximo sábado (08), a exposição “Vidas Refugiadas”, do fotógrafo Victor Moriyama, que retrata o cotidiano de mulheres vindas de Cuba, Nigéria, Síria, República Democrática do Congo, Angola e Burkina Faso, e que se refugiaram na cidade de São Paulo.

A exposição, que será inaugurada no próximo dia 8 de outubro, é uma iniciativa do NEPGED, através da professora da UFPB, Eveline Neri, em parceria com o Centro Cultural Ariano Suassuna, o LABIRINT e o ILA, e tem a curadoria da advogada Gabriela Cunha Ferraz e já passou por diversas cidades brasileiras como São Paulo e Brasília. Depois da capital paraibana, as 16 fotos, feitas em estúdio ou em ambientes do dia a dia das refugiadas, serão expostas em outras cidades do Brasil.

Segundo a professora Eveline Neri, o objetivo da exposição “é diminuir o estranhamento da população quanto ao tema dos refugiados. “É fazer com que as pessoas conheçam as diferentes histórias de vida das mulheres refugiadas e abandonem quaisquer ideias coletivas equivocadas. É um evento artístico e também humanitário”, completou.

A exposição conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) no Brasil, da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da ONG HumanRightsWatch.

A abertura da exposição será seguida de um Concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa, sob a Regência do Maestro Laércio Diniz, o mesmo da Orquestra Filarmônica do Brasil. A entrada é franca.

MaisPB

Leia Também