João Pessoa, 24 de julho de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CONCLUSÃO EM SEIS MESES

Obras do Canal de Bodocongó garantem R$ 65 milhões para Campina

Comentários:
publicado em 05/10/2016 às 15h35
atualizado em 05/10/2016 às 15h37
A- A+

Envolvendo os bairros de Bodocongó, Malvinas, Dinamérica e Catingueira, onde habita uma população de quase 200 mil pessoas, o Canal de Bodocongó vai transformar o cenário da região, com a urbanização de suas áreas adjacentes, prevista na reformulação para conclusão da execução de seu projeto.

A previsão é de que toda a obra seja concluída dentro de 6 meses. As demais fases já estão em  discussão em Brasília”, explicou o secretário de Obras de Campina Grande, André Agra.

O Canal de Bodocongó, que terá um importante papel no desenvolvimento de Campina Grande, passou por sérios problemas na gestão anterior. As obras foram retomadas em julho deste ano, quando o prefeito Romero Rodrigues conseguiu a liberação dos recursos para reinicia-la e concluir os 2600 metros restantes, que vai da Floriano Peixoto até a ponte do Cruzeiro.

“O investimento total para a conclusão da obra do Canal de Bodocongó será de R$ 65 milhões. A primeira fase desta etapa, autorizada pelo Ministério das Cidades, de aproximadamente R$ 6 milhões, engloba a drenagem, a pavimentação de 11 ruas laterais e o início da construção do Canal propriamente dito no trecho restante

A primeira fase do Canal de Bodocongó, medindo 2600 metros, foi feita na gestão do ex-prefeito, hoje senador, Cássio Cunha Lima, mas os serviços foram paralisados em 2010, na gestão de Veneziano Vital do Rego, quando já tinham sido liberados 65% dos recursos para finalização da obra.

MaisPB

Leia Também