João Pessoa, 12 de julho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Aliança para um longo prazo

Comentários:
publicado em 12/07/2016 às 09h47
atualizado em 12/07/2016 às 09h57
lucélio-1024x658

Proposta do PSD passa pelo ponto que une PSDB e PMDB; o enfraquecimento do PSB

A política da Paraíba tem uma característica especial. Praticamente a cada eleição, surge uma nova configuração de forças. Raramente, os aliados se repetem, mesmo no curto espaço temporal de dois anos entre um e outro acordo.

A contramão dessa lógica tem sido colocada na mesa das negociações entre o PSD, do prefeito Luciano Cartaxo, o PSDB, do senador Cássio Cunha Lima, e o PMDB, do senador José Maranhão. Foi o que admitiu a mim ontem o presidente do PSD da Capital, Lucélio Cartaxo, no Frente a Frente, da TV Arapuan.

Para fundamentar a tese, ele usa o exemplo deles próprios na relação com o governador Ricardo Coutinho, a quem todos deram apoio em eleições subseqüentes, mas queixam-se de ausência de reciprocidade e quebra de compromissos.

Talvez seja esse o maior elo que impulsiona uma unidade das três siglas na eleição em João Pessoa, embora Lucélio assevere que uma coligação desse porte não pode ser motivada por “sentimentos menores”, mas para a construção de uma agenda político-administrativa para João Pessoa e o Estado.

Por isso, ele enfatiza tanto a busca de um entendimento delicado, difícil, carente de muitas conciliações e desprendimento, guiado sob o prisma da possibilidade de um caminho conjunto de “longo prazo”, em que essas forças sejam devidamente contempladas e acomodadas nos seus devidos espaços. Exatamente o ponto em que a postura de Ricardo é questionada por aliados. De ontem e de hoje.

Carta…
“Nós não podemos fazer vetos”, disse Lucélio, se referindo a possibilidade do PMDB indicar o vice na chapa de Luciano.

…Branca
“Respeitaremos a deliberação do PMDB”, complementou, admitindo que o gesto do PSDB abir mão da vice facilita os entendimentos.
Lutadornenorabelo

Neno Rabello (foto) viveu de bem com a vida, mesmo diante das limitações. A cegueira lhe tirou a vista, não lhe roubou a visão. Continuou sendo ativo e empreendendo na vida e no jornalismo com sua A Semana. Calam-se o sorriso e o bom humor, fica o exemplo.

Wilson Filho

Escadaria
O deputado Wilson Filho (PTB-foto), pré-candidato a prefeito de João Pessoa, sobe mais um degrau hoje ao faturar o apoio do PTN, do deputado Janduhy Carneiro, em solenidade na Associação Paraibana de Imprensa. A cada novo passo, Wilson vai tornando sua candidatura irreversível. A preço de hoje é quem pode representar alguma perspectiva de segundo turno.

BRASAS
*Nas redes – Jasa Costa, irmã do empresário e apresentador Alex Filho, se solidarizou com a ex-primeira-dama Pâmela Bório pelas derrotas na Vara de Família.

*Receio – Tovar Correia Lima e Bruno Cunha Lima temem a mesma coisa diante da sondagem para vice de Romero: entrarem no ostracismo político.

*Soma – O deputado Manoel Ludgério (PSD), que assume hoje a Chefia de Gabinete em Campina, defende o PP na vice de Romero.

*Dever de casa – Adriano Galdino (PSB) segue cumprindo sua tarefa de pré-campanha: vai ter invejável tempo de rádio e televisão.

*Criador e Criatura – Se dizendo traído, o ex-prefeito Tom Maroja (PSDB) enfrentará o atual, doutor Paulo (PSB), em Juripiranga.

*Afastado – O ex-prefeito de Marizópolis, José Vieira (PTN), começou a cumprir ontem regime semiaberto na Colônia Penal de Sousa.

*Tentativa frustrada – Vieira ainda tentou habbeas corpus, mas o pedido foi negado pelo STJ e mantida a decisão do TRF que lhe condenou à cadeia e lhe afastou do cargo.

FALA CANDINHA!
Apetite máximo
De dona Candinha sobre o avanço do Blocão entre PSD, PMDB e PSDB para tentar devorar Ricardo: “É a fome com a vontade de comer”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Os Cartaxo têm autoridade para criticar Ricardo quando o assunto é reciprocidade?

maranhãoPINGO QUENTE
“Difícil é um boi voar”. Do senador José Maranhão (PMDB-foto) sobre as últimas tratativas para aliança com PSD e PSDB em João Pessoa.

Leia Também