João Pessoa, 07 de julho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Servir, a primeira palavra de dom Genival

Comentários:
publicado em 07/07/2016 às 08h18
domgenival

Novo administrador terá missão de fazer transição de momento turbulento da Igreja na Paraíba

Nomeado administrador da Arquidiocese da Paraíba, com o advento da defenestração de dom Aldo Pagotto, o bispo dom Genival Saraiva chega com o espírito idêntico do Papa Francisco, quando assumiu o pontificado diante da renúncia de Bento XVI: disposto ao serviço.

De todas as lições ensinadas por Jesus Cristo, a razão de ser e existir da Igreja, o servir é uma das mais sublimes. Francisco tem renovado apelos, discursos e gestos na direção da unidade entre evangelização e acolhimento das almas que, nas suas limitações, buscam misericórdia e perdão.

Esses novos ventos sopram pela Igreja e renovam o compromisso cristão de seus missionários. Dom Genival sinaliza a reprodução desse mandamento aqui na Paraíba, enquanto durar sua passagem interina em meio ao vendaval que balança a Igreja, enodoada com o desfecho negativo da saída do seu líder, até então.

O novo administrador, nesse sentido, terá uma espinhosa tarefa. Recuperar a credibilidade perdida e apontar para a Igreja o caminho de volta para perto do povo, das massas, da periferia, dos marginalizados e dos pobres, desviado pela inclinação dos últimos doze anos de apego aos chefes políticos e representantes das fatias ricas.

Será uma peregrinação por veredas arenosas, mas certamente sobrará apoio e torcida para que dom Genival não carregue essa cruz sozinho.

Voto de…
Amigo, o deputado Raoni Mendes (DEM) é um dos mais ‘prejudicados’ pela queda de dom Aldo. “Fui surpreendido. Ele estava muito silente”, disse.

…Pesar
“O tempo mostrará a inocência”, crê Raoni, representante da ala carismática da Igreja, que sempre contou com apoio de Aldo na sua carreira política.

Alvos…
“Perseguido” por dom Aldo, o deputado Frei Anastácio (PT) foi ético e não pisoteou o rival: “Não quero fazer comentário”.

….Internos
Outro que comeu o pão que o diabo amassou foi o deputado Luiz Couto. O padre chegou a ficar proibido de celebrar missas.

Marcondes Gadelha 1Audiência crescente
A partir de amanhã, a Rede Arapuan de Rádios, que retransmite o 60 Minutos, fica maior. Entra em conexão com o programa, das 18 às 19h, a Rádio Jornal 950 AM, de Sousa. Para celebrar a data, o programa vai ser gerado direto da “Cidade Sorriso”, dos estúdios da Rádio Jornal. “Será um momento importante de união da qualidade do programa com a tradição da Jornal”, registrou o ex-senador Marcondes Gadelha (PSC-foto) proprietário da rádio.

BRASAS
*Demandas – Em Brasília, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) teve encontros com os ministros Henrique Meireles e Gilberto Kassab.

*Desfrutando – Djanilson da Fonseca (PR), vereador da oposição, é crítico da gestão, mas novo freqüentador assíduo das caminhadas do Parque da Lagoa.

*Após as perícias – O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) não tem dúvidas: Dilma Rousseff é autora intelectual das pedaladas.

*Ampliação – Para Murilo Galdino (PSB), a chegada do PT é um reforço que consolida a candidatura de Adriano Galdino (PSB), em Campina Grande.

*Apesar dos pesares – ‘Militância’ petista arranjou forças para demonstrar empolgação com o lançamento da chapa Charliton e Nelson Lira (vice), ontem.

FALA CANDINHA!
Daqui não saio…
De dona Candinha sobre a resistência de Laplace Guedes em permanecer no Governo Ricardo: “É a síndrome do cururu”.

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Raimundo Lira concorda com Maranhão quando o assunto é afastamento de Ricardo?

nelson liraPINGO QUENTE
“Vamos dar o troco ao traidor”. Do empresário Nelson Lira (foto), para quem Luciano Cartaxo traiu o povo e João Pessoa ao sair do PT.

Leia Também