João Pessoa, 09 de junho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
nesta quarta-feira

Ônibus que levava universitários capota e mata 18 em SP

Comentários:
publicado em 09/06/2016 às 08h25

O ônibus que capotou na Rodovia Mogi-Bertioga na noite desta quarta-feira (8) e matou, pelo menos, 16 pessoas, foi retirado do local por volta das 6h50 desta quinta-feira (9). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, 16 pessoas, incluindo o motorista, morreram e as outras 30 ficaram feridas. Inicialmente, a Polícia Civil informou que 17 pessoas teriam morrido, mas, às 5h15, voltou atrás e corrigiu o número para 16 mortos.

 A rodovia foi totalmente interditada e todas as vítimas com vida foram resgatadas e levadas a hospitais próximos. Um guincho realizava o trabalho de retirada do coletivo até às 2h. A pista foi liberada às 6h55. Um número ainda não confirmado de feridos está em estado grave.O veículo levava estudantes de três unidades de ensino da cidade de Mogi das Cruzes para o município de São Sebastião. O ônibus seguia em comboio com outros três veículos pelo km 84, no limite entre os municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga. Neste momento, o coletivo bateu em um rochedo na pista contrária, capotou e caiu em um barranco.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do litoral de São Paulo, e também de municípios próximos da região, foram deslocadas para prestar atendimento às vítimas. Equipes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) também estão no local. A rodovia seguirá interditada até 8h.

Segundo Edemir Pedralli, pai de uma das vítimas, a situação no local ainda é incerta. “Minha situação é de angustia. Não sei o que aconteceu, não sei se meu filho está bem, se ele foi socorrido. Estava dormindo quando soube da notícia.”, disse o homem. Ainda de acordo com Edemir, seu filho cursa engenheira civil na Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

As vítimas foram levadas para o Hospital Municipal de Bertioga, para o Hospital Santo Amaro, em Guarujá, e para o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, que fica em Mogi das Cruzes. De acordo com o delegado Fábio Pierri, não chovia e não havia neblina no momento do acidente, mas a pista poderia estar escorregadia.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os corpos serão enviados para os IMLs de Guarujá e Mogi das Cruzes, mas há a chance de que alguns corpos sejam enviados para a unidade de Santos. O caso será investigado pela Delegacia Sede de Bertioga.

Colisão
Horas após o acidente com o ônibus, um caminhão colidiu contra um guincho da DER e também contra um caminhão do Corpo de Bombeiros. Estes veículos estavam no trecho para ajudar a bloquear a via. As causas deste acidente são desconhecidas. Ninguém ficou ferido.

G1

Leia Também