João Pessoa, 20 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ECONOMIA

PIB da China cresce ‘apenas’ 7,4% e não atinge meta

Comentários:
publicado em 20/01/2015 às 06h20

 O Produto Interno Bruto (PIB) da China teve crescimento de 7,4% em 2014, o mais baixo desde 1990, segundo os dados oficiais divulgados nesta terça-feira (20) pelo governo de Pequim.

A expansão do PIB no quarto trimestre do ano passado foi de 7,3%, seguindo os índices de 7,3% (terceiro trimestre), 7,5% (segundo) e 7,4% (primeiro), informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, sigla em inglês) da China.

O índice anual de 7,4% é um décimo menor do que a previsão do governo, de 7,5%, mas mantém a tendência de desaceleração da economia chinesa dos últimos anos, após um crescimento de 7,7% em 2013 e 2012, e de 9,3% em 2011.

A NBS atribuiu o menor índice de 2014 ao "complicado e volátil entorno internacional e à intensa tarefa de manter o desenvolvimento doméstico, as reformas e a estabilidade", segundo explicou o diretor do órgão, Ma Jiantang, em entrevista coletiva.

Como resultado, "a economia nacional operou firmemente sob a nova normalidade", o termo oficial para designar o crescimento em um ritmo menos intenso do que nas últimas décadas, mas ‘mostrando um bom empurrão e um crescimento estável’, acrescentou Ma.

O dado trimestral abre as portas para que as autoridades financeiras iniciem novas medidas de incentivo.

O Banco Popular da China (banco central do país) anunciou de surpresa uma ligeira redução das taxas de juros de 40 pontos básicos (até 5,6%) no final de novembro, pela primeira vez em mais de dois anos, e também efetuou várias injeções de liquidez nos últimos meses nas principais entidades financeiras do país.

G1

Leia Também