João Pessoa, 22 de janeiro de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
APÓS MEDIDAS

TRT diz que sem contenção órgão fecharia as portas na PB

Comentários:
publicado em 22/01/2016 às 19h31

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, desembargador Ubiratan Delgado, explicou, nesta sexta-feira (22) as razões tomadas  no órgãos e disse que sem a contenção de gastos o TRT iria fechar as portas.

“Nunca presenciei na Justiça do Trabalho uma situação tão grave, tão avassaladora em relação a orçamento. Então, ou adotamos essas medidas ou teremos que fechar as portas antes do final do ano”, destacou  o desembargador Ubiratan Delgado.

Na decisão do Tribunal Pleno para diminuição no consumo de energia e gastos com telefone, está a mudança no horário de expediente, que a partir do dia 1º de fevereiro será das 7h30 às 14h30 em todas as unidades do estado e não das 7h às 17h de segunda a sexta-feira. As medidas provocaram protesto da Ordem dos Advogados do Brasil, que garantiu ir ao Supremo Tribunal Federal contra as novas normas no funcionamento do TRT.

Ubiratan Delgado garante que a mudança no horário de expediente não atrapalhará o andamento  dos processos no TRT.  Ele lembra que o Tribunal  da  Paraíba 100% eletrônico e isso permite aos advogados trabalharem remotamente”, disse.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também