João Pessoa, 18 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NO BREJO

Usina de produção de concreto pode acelerar obras da barragem Camará

Comentários:
publicado em 22/01/2015 às 09h52

A instalação de uma segunda empresa de produção de concreto pode acelerar as obras de reforma da barragem de Camará, localizada na cidade de Alagoa Nova, brejo paraibano.  A informação é do secretário da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, que na terça-feira (20), realizou uma visita de inspeção a obra. 

O investimento do Governo do Estado na reconstrução do manancial é de R$ 50 milhões, para garantir oferta de água a 170 mil pessoas de sete cidades.

A barragem, que tem capacidade total de 26 milhões de metros cúbicos, começará a acumular água este ano e vai abastecer os municípios de Alagoa Nova, São Sebastião de Lagoa de Roça, Matinhas, Puxinanã, Remígio, Lagoa Seca, Esperança, além de distritos da região como São Tomé, Campinote, Cepilho, dentre outras comunidades.

“Com a instalação da segunda usina de concreto, esse ritmo vai ser acelerado para que a gente possa agora em 2015 começar a acumular água, dando início à solução de problemas de abastecimento, principalmente da região de Remígio e Esperança”, disse Azevedo. 

O secretário ressaltou que a reconstrução da barragem Camará passa por um processo de acompanhamento dos maiores profissionais do Brasil, geólogos e especialistas em barragens. “É uma obra que tem todos os cuidados para que possa oferecer essa tranquilidade à população”. A barragem será inaugurada no segundo semestre deste ano, com a primeira etapa da adutora em funcionamento.

Histórico – Inaugurada em 2002, a barragem Camará sofreu um rompimento em junho de 2004. Em 2011, o Governo do Estado decidiu pela reconstrução, após ouvir prefeitos da região e renomados especialistas.

MaisPB 

Leia Também