João Pessoa, 24 de fevereiro de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EM PUXINANÃ

Bandidos explodem caixa eletrônico, mas polícia consegue recuperar dinheiro

Comentários:
publicado em 22/01/2015 às 09h56

A Polícia Militar interceptou a fuga do grupo suspeito de explodir a agência do Banco do Brasil da cidade de Puxinanã, ocorrida na madrugada desta quinta-feira (22), na região de Campina Grande. Foram apreendidos os dois carros utilizados na ação, duas gavetas dos caixas com todo dinheiro roubado, quatro bananas de dinamites, além de ferramentas e roupas utilizadas pelo bando. Mais de 40 policiais militares cercam a área no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, na tentativa de prender os suspeitos.

Segundo informações do comandante do Policiamento Regional I, coronel João da Mata, eles entraram em um terreno após serem interceptados durante a fuga. “Houve uma intensa troca de tiros e o bando, formado por cerca de oito suspeitos, deixou o carro e entrou na propriedade. Eles vinham sendo perseguidos da cidade de Puxinanã por uma estrada que atravessa várias comunidades de Campina Grande e foram interceptados pela Rotam (Ronda Ostensiva Tática com Apoio de Motocicletas), por trás do Hospital da Fap”, detalhou.

O oficial revelou que a Polícia Militar já vinha monitorando o grupo, que possivelmente é o mesmo que tentou explodir, na última segunda-feira (19), os caixas da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no bairro São José, em Campina Grande. “Os carros são os mesmos e a quantidade de suspeitos é a mesma que participou da ação na AABB”, acrescentou.

A PM já recebeu várias informações de que quatro deles tentaram sair pela área que dá acesso a comunidade dos Cuités, mas voltaram ao perceber que toda região está cercada. O material apreendido foi entregue na Central da Polícia Civil, em Campina Grande.

MaisPB

Leia Também