João Pessoa, 22 de dezembro de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
NOS ESTADOS UNIDOS

Professora sedutora levava alunos para passear e fazer sexo

Comentários:
publicado em 22/12/2015 às 16h57
atualizado em 22/12/2015 às 16h59

A americana Haeli Wey, 28 anos, era professora da escola Westlake High School, em Austin, no Texas (EUA). Acusada de ter relações sexuais com dois de seus alunos, menores de idade, ela acabou demitida. O caso só foi descoberto quando um dos garotos envolvidos contou ao seu pai sobre a história com a professora

Haeli combinava seus encontros por mensagens de celular. Quando um dos adolescentes descobriu que ela seduzia outro colega, parou de ir aos encontros e decidiu revelar o que estava acontecendo. Ele contou que saiu várias vezes com a professora, entre agosto e setembro de 2015. “Foram várias relações sexuais”, disse ele

Após investigações da polícia, a professora foi presa, mas não ficou muito por lá: pagou fiança de quase R$ 600 mil e saiu. Agora, ela está sendo julgada por abusar dos alunos

O outro aluno saiu com a professora por dez vezes, e em todas elas fez sexo com Haeli. A professora mandava mensagens e chamava os alunos para passear depois das aulas. Os passeios, claro, incluíam sexo. A professora pode pegar até 20 anos de cadeia

A escola se pronunciou aos pais dos alunos. “Eu quero reforçar que este comportamento não é tolerado na nossa instituição” afirmou o superintendente Tom Leonard. “A comunicação e as relações inapropriadas que envolvem professores e alunos são inaceitáveis e, neste caso, contra a lei. Nós confiamos que o sistema de justiça, com a nossa cooperação contínua, irá reforçar essa mensagem”.

R7

Leia Também