João Pessoa, 21 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
FUTEBOL

Brasileiro chutado por CR7 nega rancor e pede punição normal

Comentários:
publicado em 25/01/2015 às 12h00

O  lateral brasileiro Edimar, do Córdoba, foi pivô da grande polêmica da rodada do Campeonato Espanhol ao ser agredido por Cristiano Ronaldo durante a vitória por 2 a 1 do Real Madrid no último sábado. O melhor jogador do mundo acabou expulso e pode até pegar um gancho pesado, perdendo o clássico contra o Atlético de Madrid em 7 de fevereiro. Mas o atleta que levou um chute e um tapa de CR7 não quer que o português seja punido severamente.

"Foi um lance de jogo, não foi um contato de agressão. Ele me tocou nas pernas e na boca, nada mais. Eu quero que as pessoas normais entendam o que se passa sobre um campo de futebol", disse Edimar ao diário espanhol AS. "Que Cristiano cumpra uma suspensão normal, nada mais. Eu não quero prejudicá-lo e espero que siga sendo o melhor jogador do mundo".

Após a partida, que terminou com vitória do Real graças aos gols de Benzema e Bale, o melhor do mundo esfriou a cabeça e pediu desculpas a Edimar por meio do Twitter – atitude aceita pelo brasileiro. "Sei que ele se desculpou pelas redes sociais. Por minha parte, está perdoado. Eu não guardo nenhum rancor", disse o jogador do Córdoba.

O lateral de 28 anos, revelado pelo Cruzeiro de 2005, também afirmou que não viu maldade no lance. "Foi uma jogada em que Cristiano estava com a cabeça um pouco quente e frustrada, porque as coisas não estavam se saindo muito bem para ele até então. Mas é uma jogada que pode acontecer com qualquer um de nós. As coisas não estavam bem para o Real Madrid, porque eles não estavam fazendo o que estão acostumados a fazer, que é vencer".

Por conta do cartão vermelho, ao menos um jogo de suspensão já é garantido ao português, que deverá cumpri-lo contra a Real Sociedad, no próximo domingo. Contudo, Cristiano corre o risco de pegar um gancho maior se seu caso for a julgamento, podendo perder até três partidas – sendo uma delas o clássico contra o Atlético.

Terra

Leia Também