João Pessoa, 13 de outubro de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DENÚNCIAS de retenção

Diretor do Trauma e vereador de JP batem boca por ‘macas’

Comentários:
publicado em 13/10/2015 às 13h27
atualizado em 13/10/2015 às 16h05

O vereador de João Pessoa, João Almeida (SD), e o diretor do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Edvan Benevides, bateram boca, nesta terça-feira (13), por causa do problema de  retenção de macas do Samu naquela casa de Saúde.

Em entrevista ao Rádio Verdade, da Rádio Arapuan FM, Edvan Benevides, além de negar as denúncias, atacou os profissionais do Samu insinuando que eles estariam ‘fazendo hora’ na frente do hospital.

“No domingo à noite, varias ambulância estavam estacionadas com mais de 12 membros do Samu na frente do hospital conversado e batendo papo tranquilamente. O motivo seria porque as macas estariam retidas dentro do hospital. Entrei no hospital e não avistei macas. Constatei pelos protocolos e não tinha nenhuma viatura com macas retidas e tínhamos quatro leitos esperando os pacientes chegarem”, argumentou Benevides.

No mesmo programa, João Almeida, por telefone, comprou as dores dos profissionais do Samu e disse que as insinuações de Edvan Benevides são “levianas”.

“Eu acho que esse contra-ataque é leviano e irresponsável. Quero sair em defesa de todos os funcionários do Samu que dão seu sangue para salvar varias vidas”, disparou João Almeida garantindo que a retenção das macas no hospital é um fato.

Roberto Targino – MaisPB

Leia Também