João Pessoa, 24 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Campina, próximo alvo

Comentários:
publicado em 05/11/2014 às 17h29

Ninguém de bom senso duvida que o governador Ricardo Coutinho mirará seus olhos na sucessão municipal de Campina Grande, bastião do grupo Cunha Lima, com quem o socialista disputou e venceu a disputa pelo Palácio da Redenção. Para Ricardo, ganhar Campina seria um triunfo para alargar seus planos de poder.

Disso, o prefeito Romero Rodrigues deve saber também. Ricardo tem agora na cidade os aliados de outrora e os novos – leia-se o grupo do ex-prefeito Veneziano Vital. Ambas as tendências têm representação na Câmara Municipal, espaço que – se depender de Ricardo – será ampliado para minar o campo adversário.

Para enfrentar essa artilharia, Romero precisa preservar seu time e impedir deserções. Somado ao dever de casa político, o prefeito tem o desafio administrativo de potencializar a imagem de sua gestão e fazer dela seu grande cartão postal a garantir aprovação popular e preferência eleitoral.

Pelo o que se tem notícia, Romero tem ações e esforços empreendidos em algumas áreas. Saúde é a principal delas. Comprou hospitais privados e ampliou a rede de serviços. Falta ao prefeito, porém, um pacote de medidas ou a criação de um ambiente que encha os olhos do campinense e dos paraibanos.

Sim. Dos paraibanos mesmo. Campina irradia sua influência pelo Estado afora. Isso, o então prefeito Veneziano Vital fez muito bem quando administrou a cidade. Já focado na estadualização do seu nome, deu repercussão ao seu governo além dos limites do município e fez o restante do Estado tomar conhecimento de seu governo e práticas.

Do jeito que está, não se fala mal, mas também pouco se ouve reverberar de positivo da gestão do esforçado e bem intencionado Romero. Essa autocrítica interna deve ser feita para prevenir futuro avanço e bombardeio inimigo. Afinal, sem governo, Campina Grande é a maior vitrine que o PSDB e o clã Cunha Lima possuem na atualidade. Perdê-la, seria sucumbir na própria trincheira.

Morde – Na Câmara, vereadores ameaçam ‘caravana’ a João Pessoa para ‘forçar’ audiência com o governador. Motivo: o risco iminente de colapso no abastecimento de Campina.

Assopra – O vereador Ivan Batista (PROS) defende o protesto: “Se ele não quiser ouvir, a imprensa vai ouvir”. O vereador Murilo Galdino (PSB) prega cautela e paciência.

Obras e votos; a alquimia de Ricardo – Coordenador político da campanha de Ricardo no segundo turno, o ex-senador Efraim Morais (DEM) credita a reeleição do governador ao saldo administrativo. “As obras chegando a todas as regiões e cidades. O povo da Paraíba entendeu que o trabalho foi suficiente”, avaliou o democrata, em contato com a Coluna.

Nuvens… – Anteontem, a Coluna previu tempo fechado para o Tribunal de Justiça. Ontem, a Astaj iniciou campanha na TV pegando pesado contra o auxílio-moradia aprovado no TJ.

…Carregadas
O vídeo em exibição nas principais emissoras de televisão da Paraíba fala no benefício de R$ 4.300 para os magistrados e arremata: “Quem paga esta imoralidade é você”!

Gato – Denúncia de produtores das Várzeas de Sousa. Parte da água liberada pelo Canal da Redenção estaria sendo desviada para fazenda de um ex-prefeito da “Cidade Sorriso”.

Senha – O deputado Anísio Maia (PT) não vai misturar eleição da Assembleia com a participação na bancada do governo. “São dois momentos distintos”, diferenciou.

Cada qual – Já Frei Anastácio (PT) repeliu qualquer interferência do prefeito Luciano Cartaxo na posição da bancada petista na Assembleia. “Ele precisa cuidar da cidade”, sugeriu.

Escalado – Como a Coluna cogitou, Coriolando Coutinho, irmão do governador, assumiu a candidatura à presidente da FPF com o discurso de “uma Federação mais ativa”.

Marcação cerrada – Em que pese a estrutura e ‘torcida’ privilegiada ao seu favor, Coriolando não terá um ‘jogo’ fácil. Enfrentará Rosilene Gomes, artilheira em matéria de vitórias na FPF.

Sintonia – Deputados eleitos pelo PSDB, Dinaldinho Wanderley, Camila Toscano e Bruno Cunha Lima romperam à tarde em reunião ontem para traçar estratégias da atuação da bancada.

Mais um – O encontro aconteceu na casa de Dinaldinho. Em viagem, Tovar Correia Lima (PSDB) – integrante do grupo – acompanha os colegas tucanos nos encaminhamentos.

Nos states – Após longa batalha eleitoral, o vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldinho Cunha Lima (PSDB), embarcou para os Estados Unidos, onde dá pausa nas atividades.

PINGO QUENTE“Ele entende bem de bola”! Do advogado Gilvan Freire, ironizando a candidatura de Coriolando Coutinho à Federação Paraibana de Futebol.

*Reprodução do Correio da Paraíba.

Leia Também