João Pessoa, 19 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Novatos

Comentários:
publicado em 21/12/2014 às 15h40
A- A+

Pelos perfis e históricos dos novatos eleitos, a próxima legislatura da Assembleia deve ganhar mais fôlego qualitativo e as discussões e debates na Casa tendem, também, a passar por maior enriquecimento de idéias e temas. Os novos nomes carregam bagagem para melhorar o nível, o que é bom para a Paraíba, na ponta.

Entre as novidades, Estelizabel Bezerra. As suas origens de família humilde e o seu longo envolvimento com as causas e os movimentos sociais lhe diferenciam do perfil predominante na Assembleia, representado, na maioria dos casos, pela herança e força familiar e pujança financeira.

Há ainda nomes como o de Ricardo Barbosa. Não é nenhum novato, mas dessa vez volta à Casa dono do seu mandato. Essa responsabilidade e seu conhecimento de Estado lhe dão condições de travar bons e saudáveis combates. Buba Germano, Nabor Wanderley, Galego Souza e João Bosco Júnior chegam com a experiência de suas respectivas gestões e o sentimento das dificuldades dos municípios.

A juventude de Dinaldo Filho, Bruno Cunha Lima, Tovar Correia e Camila Toscano oxigenará, de alguma forma, o ambiente legislativo. Em que pese serem ‘produtos’ da tradição de suas famílias, trazem para o plenário suas aspirações, particularidades e visões individuais de mundo.

Existem ainda as incógnitas. O médico Renato Gadelha é um bem sucedido empresário e carrega o DNA do clã Gadelha, conhecido pela prodigiosa inteligência e paixão política, mas não se sabe qual será sua linha na Assembleia. Zé Paulo também. Identificado com as camadas mais carentes, saiu de vereador de Santa Rita para deputado estadual. Caminho parecido percorreu Inácio Falcão, vereador de Campina Grande e cuja eleição surpreendeu as bolsas de apostas.

Por mais precipitado que seja qualquer prognóstico, a razoável renovação registrada na Assembleia sinaliza, no geral, para o positivo. Torçamos para que a Paraíba não se frustre.

Nunca antes… – O deputado Efraim Filho (DEM) pegou pesado, em contato com a Coluna: “A Petrobrás não tinha uma diretoria, mas vândalos depredando o maior patrimônio do Brasil”.

Na história –
“Não é simples corrupção, é o maior caso do mundo. O crime organizado se instalou na sede da Petrobrás”, detona. Caberia bem a célebre frase do ex-presidente Lula.

Caminhos – O presidente do TCE, Fábio Nogueira, reconheceu ontem a contribuição do governador Ricardo Coutinho à viabilização do Centro Cultural Ariano Suassuna, inaugurado no Tribunal. Ausente do evento, Ricardo foi representado pelo secretário Luís Tôrres. Historicamente, a cultura sempre contribuiu para a civilidade. Repete-se por aqui.

É natal! – Na confraternização dos “Formadores de Opinião”, no Restaurante Saladellas, o vice Nonato Bandeira (PPS) e o deputado eleito Ricardo Barbosa (PSB) trocaram presentes.

Data – Ficou para a próxima terça-feira, antes do recesso parlamentar, a votação da criação das secretarias de Habitação e Comunicação, na Câmara de Campina Grande.

Sinuca de bico – O PSB de Campina decidiu ontem pela entrega dos cargos e pela oposição à gestão Romero. Pega de cheio a vereadora Ivonete Ludgério (PSB), líder do governo.

Desperdício – Enquanto o ex-prefeito Fábio Tyrone se prepara para disputar a Prefeitura, o MPF vê abandono da obra de uma creche de sua gestão. R$ 400 mil no mato, literalmente.

Comando – O novo diretor do Fórum Federal da Paraíba será o juiz Rudival Gama do Nascimento. Ele teve indicação aprovada pelo TRF 5ª Região e assume a função a partir de abril.

Boas vindas – Em João Pessoa, ontem, o ministro Augusto Nardes, do TCU, saudou a chegada do paraibano Vital do Rêgo na Corte. “A Paraíba tem muito do que se orgulhar”, frisou.

Pra cima – O deputado Adriano Galdino (PSB) intensificou contatos com Tovar Correia (PSDB), Bruno Cunha Lima (PSDB) e Renato Gadelha (PSC), todos do bloco da oposição.

Fulminante – Chamou atenção a “encarada” do presidente da Assembleia, Ricardo Marcelo (PEN), durante pronunciamento do deputado Gervásio Filho (PMDB) na tribuna da Casa.

Divisão – O deputado eleito Veneziano Vital (PMDB) e o presidente do PSB campinense, Fábio Maia, andaram conversando, no Village Hotel, sobre o rateio de cargos da cidade.

Colheita – Na sua despedida da Câmara, o deputado Ruy Carneiro (PSDB) lembrou do seu Pacto Paraíba, que ajudou a aproximar a bancada federal paraibana: “Lançamos a semente”.

PINGO QUENTE – “Ricardo sabe, como ninguém, quem abusou da máquina nessa eleição”. Do vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Filho (PSDB), retrucando o governador sobre a AIJE dos Cheques, impetrada pelo MPE.

*Reprodução do Correio da Paraíba.

Leia Também