João Pessoa, 09 de Janeiro de 2010 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

A Paraíba vai se arrepender

Comentários:
publicado em 09/01/2010 às 18h36

O cenário político mostra: a Paraíba vai novamente perder uma grande oportunidade de se auto-redimir de péssimas escolhas. Ultimamente, com raras exceções, não temos tido sorte com nossos senadores.

Um facho de esperança acendeu o ano passado, mas logo perdeu força. O quadro projetava a possibilidade de termos um postulante com currículo respeitável no pleito.

Luiz Couto está praticamente fora do embate. Ao perder a presidência do PT para Rodrigo Soares, a candidatura do padre caiu no abismo.

Derrotado no PED, Couto avisou aos quatro cantos que não disputaria o Senado aliado com o PMDB. Se Luiz não for candidato a nada nesta eleição, o PT vai ficar menos PT.

Os eleitores mereceriam ter alguém na disputa que não fosse apenas lobista ou candidato manjado no trato de comprar prefeitos do interior para garantir base e vitória nas urnas.

Luiz Couto é sem dúvidas um dos melhores parlamentares deste país. Carrega consigo uma bandeira extremamente digna. Enfrenta os mais sórdidos rivais; bandidos e criminosos acostumados com a impunidade.

Faz um mandato propositivo, luta pelos direitos humanos. Reconhecer isso é mais que obrigação de quem lida todos os dias com o noticiário político. O mandato de Couto até aqui honra os paraibanos.

Por isso, essa seria a hora de pelo menos tê-lo como opção. Se ele teria condições de vencer ou não, aí ficaria para o eleitor decidir.

Infelizmente nossa cultura política enquadra um nome como Couto logo como inviável. Não tem votos, nem apoios. Como se elegeria? Perguntam os críticos.

Quem tem voto é o povo. E o povo é quem é soberano para escolher.

Outubro logo vai chegar. Pena que a Paraíba só vota em político que vive metido em esquemas, confrarias, compra de votos, cheques da Fac e outras coisas mais.

Leia Também