João Pessoa, 23 de agosto de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
três anos

Câmara aprova prazo mínimo para prescrição de milhas aéreas

Comentários:
publicado em 23/08/2015 às 14h44
atualizado em 23/08/2015 às 14h48
A- A+

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara aprovou, em caráter conclusivo, proposta que determina que o prazo de validade dos pontos resultantes de voos realizados por companhias aéreas (milhas) será de, no mínimo, três anos, contados a partir da data em que foram creditados. Hoje, os vencimentos dos pontos e milhas variam de acordo com as regras de cada programa.

Já o prazo mínimo para a prescrição dos pontos acumulados em programas de fidelidade mantidos por empresas de bens e serviços será de dois anos.

Conforme o relator do projeto o deputado federal paraibano Efraim Filho (Democratas) o texto proíbe também a exigência de saldo mínimo para transferência entre parceiros de um mesmo programa de fidelidade. Ainda conforme a proposta, as empresas terão a obrigação de avisar ao consumidor com pelo menos 60 dias de antecedência o vencimento de seus pontos. O fornecedor que não cumprir as medidas deverá reestabelecer a conta do consumidor e creditar os pontos prescritos ou expirados, acrescidos de multa de 20% em pontos.

A proposta segue para o Senado, a não ser que haja recurso para a votação da matéria pelo Plenário da Câmara.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também