João Pessoa, 07 de maio de 2010 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Cícero e o futuro

Comentários:
publicado em 07/05/2010 às 15h50

A agonia já passou. Terminou a sangria do senador Cícero Lucena, depois de um ano de bombardeio e fogo amigo entre cassistas e ciceristas.

Depois da tempestade, é hora de avaliar o que sobrou e como reconstruir o caminho cheio de entulhos e escombros.

O que a retirada da candidatura pode implicar para o futuro político do senador Cícero Lucena? Quais são os novos projetos dele depois de passar pela Casa Alta?

Pensa Cícero em disputar novamente um mandato de prefeito de João Pessoa, seu maior reduto eleitoral?

Analisando pela conjuntura atual, a situação do tucano é mais complicada do que se imagina. Ao mesmo tempo, Cícero desagrada maranhistas, ricardistas e cassistas e vê os poucos ciceristas se encaminharem para os braços de Maranhão.

Hoje, Cícero está só. E como renascer como fênix sozinho e isolado? Onde o "caboclinho" vai buscar forças e apoios para se levantar da queda violenta?

Talvez o único tubo de oxigênio seja trabalhar e lutar para a eleição de José Serra na Presidência da República. É o único elixir capaz de dar nova vitamina ao projeto cicerista.

Se tiver prestígio num eventual Governo Serra, Cícero pode ser alçado a condição de ministro e fazer do cargo um trampolim para voltar por cima da carne seca ao cenário político paraibano.

Se isso acontecer, muita gente pode comer na mão do filho de São José de Piranhas. Muitos entre os quais pisotearam, humilharam e escarneceram da postulação de Cícero.

Serra presidente. Cícero ganha fôlego para disputar com chances de vitória a cadeira mais confortável do Paço Municipal.

Vê-se que o senador depende mais de fatores externos do que do seu próprio potencial pessoal.

Leia Também