João Pessoa, 22 de outubro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

O PP pode surpreender

Comentários:
publicado em 27/05/2010 às 09h29

Pode até não acontecer, mas os sinais dos bastidores são claros e dificilmente o PP não desembarcará na candidatura a reeleição do governandor José Maranhão.

Pela conversa esta semana de uma figura de proa do partido, o partido de Enivaldo, Aguinaldo e Daniella Ribeiro deve em breve deixar a aliança da Oposição.

O argumento seria semelhante ao que o PTB utilizou como desculpa para mudar um discurso repetitivo de dois anos: a escolha do vice.

O PP não aceitará ser relegado ao esquecimento e não engolirá um vice do PSDB. Foi mais ou menos nesse tom que um pepista desabafou recentemente.

Some-se isso aos acenos e gestos, afagos de bastidores, de setores maranhistas a Enivaldo e Aguinaldo. Inclusive com promessa da vice para Daniella.

Para Maranhão, trazer o PP teria um saldo duplamente positivo: tiraria sangue da coligação ricardista e ao mesmo tempo resolveria a equação da vice com uma vereadora campinense em ascenção.

Preocupação – Um vereador da base governista na Câmara de João Pessoa demonstrou preocupação com o desleixo na relação Executivo e Legislativo. Uma preocupação a ser considerada a partir do almoço de 11 parlamentares com Maranhão.

Nova casa – Os vereadores Tavinho Santos (PTB) e Eliza Vírginia (PPS) foram vistos circulando com total familiaridade na Casa Civil do governador esta semana. Pareciam já bem à vontade na nova casa política.
 

Leia Também