João Pessoa, 19 de novembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Dilma, Serra e a Paraíba

Comentários:
publicado em 22/09/2010 às 15h49

A candidata a presidência da República, Dilma Roussef, do PT, ainda não conseguiu agenda para visitar o nosso Estado.

Aqui na Paraíba, ela lidera com folga sobre José Serra. Inicialmente, Dilma viria para o São João de Campina Grande. A viagem foi cancelada de última hora.

No começo do mês, a visita de Dilma chegou a ser anunciada. Esta semana, o presidente do PT estadual, Rodrigos Soares, tirou as esperanças dos militantes petistas.

O deputado disse que a ex-ministra não veio até agora ao Estado por causa da agenda lotada. A essa altura, não virá mais.

Já os tucanos ainda têm uma esperança de ter José Serra no resto de campanha na Paraíba.

A esperança foi dada pelo presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra.

Ele admitiu mais uma vinda de Serra ao Estado, mas com agenda exclusiva em Campina Grande.

O certo é que o pequeno PIB eleitoral da Paraíba influência a exclusão do mapa de viagem dos candidatos a presidência. Principalmente a presença de quem beira os 60% das intenções de voto, como é o caso da ex-ministra do PT.

Petardo – Uma determinada coligação recebeu material bélico contra um adversário. O depoimento inclui fatos familiares. A bomba foi desligada e arquivada.

Embolada – É boa a briga em Sousa pelo voto de deputado estadual. André Gadelha, Salomão, Lindolfo Pires e Mikika Leitão brigam por cada voto na cidade.

Autofagia- A tendência majoritária do PT não faz segredo: a ordem é derrotar Luiz Couto de todo jeito e dar o lugar do padre a Jeová Campos.

Cabeça erguida – Apesar dos prognósticos das pesquisas, Rômulo Gouveia diz que não se arrepende de ter trocado reeleição certa na Câmara Federal pela aventura de ser candidato a vice da Oposição.

Leia Também