João Pessoa, 10 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
REINO UNIDO

Publicidade para jovens faz apelo sexual e empresa é punida

Comentários:
publicado em 03/09/2014 às 14h45

 A marca britânica de roupas American Apparel foi obrigada a retirar uma campanha de publicidade do ar, após receber a acusação de que as imagens davam apelo sexual a meninas em idade escolar. As informações são do Daily Mail.

Segundo a publicação, a campanha era relacionada à nova coleção da marca, chamada de "School Days", direcionada a jovens. Na peça publicitária, apareciam fotos de uma mulher usando uma saia curta e mostrando sua calcinha, enquanto estava debruçada sobre a janela de um carro vermelho ou abaixando durante um passeio.

Para a Advertising Standards Authority (ASA), que regula as campanhas publicitárias no Reino Unido, o foco da campanha estava "em suas nádegas e virilha, e não na saia". Além disso, a empresa também foi acusada de estimular a prática ilegal de tirar fotos por debaixo das saias, sem o consentimento das mulheres.

A marca lançou sua nova coleção no início desta semana, mas as imagens censuradas pela ASA já saíram do ar. "Nós consideramos que os anúncios tiveram o efeito inapropriado da sexualização das meninas em idade escolar e, portanto, a campanha é ofensiva e irresponsável", concluiu a agência reguladora.
A American Apparel possui 10 mil funcionários em todo o mundo. Ao todo, são 249 lojas em 20 países. No Brasil, existe uma filial da loja na rua Oscar Freire, conhecida via de comércio de roupas, na capital paulista.


Terra

Leia Também