João Pessoa, 16 de dezembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
SAÚDE

Mais de 15 mil consumidores são beneficiados por farmácias populares da rede da PMJP

Comentários:
publicado em 05/09/2014 às 10h51

Mais de 15 mil pessoas são beneficiadas todos os meses, com medicamentos distribuídos pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Os pacientes são da Rede Municipal de Saúde, atendidos na rede hospitalar, nas Unidades de Saúde da Família, Centros de Atenção Especializada e Unidades de Pronto Atendimento.

Nas farmácias da rede municipal, existem mais de 420 tipos de medicamentos como anestésicos, antiinflamatório, contraceptivos, antimicrobianos, entre outros. Para ter acesso aos medicamentos e serviços oferecidos é necessário que o usuário tenha o cartão do SUS.

Cada PSF, UBS, Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Hospital e Unidade de Prontoatendimento (UPA) possui sua própria farmácia.

Dia da Farmácia

No dia 5 de setembro é comemorado o Dia da Farmácia, que segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é o estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.

Visando ampliar o acesso aos medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos, o Governo Federal criou o programa Farmácia Popular do Brasil (FPB), que possui rede própria, através da PMJP, e funciona em parceria com farmácias e drogarias da rede privada.

Hoje em dia existem seis farmácias populares espalhadas pela capital e cada uma possui um elenco de 112 medicamentos além dos preservativos masculinos. Segundo dados da Gerência de Medicamentos e Assistência Farmacêutica (Gemaf), setor pertencente à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nos últimos três meses mais de 12.700 pessoas foram beneficiadas pelo programa.

O coordenador das FPB em João Pessoa, Aécio Lima, ressalta que apenas os medicamentos de combate à hipertensão, diabetes e asma são gratuitos, mas outros remédios são vendidos com o valor até 90% mais barato. “A rede privada não tem os mesmos preços praticados nas nossas farmácias e não ofertam medicamentos gratuitos. Se nosso programa não existisse, alguns pacientes teriam que pagar preços altos por alguns remédios”.

Algumas farmácias privadas também integram o programa e podem ser identificadas pela placa ‘Aqui tem Farmácia Popular’. Os interessados em se credenciar ao projeto devem buscar informações na Caixa Econômica Federal.

Para adquirir os medicamentos disponíveis é necessária a apresentação do CPF, juntamente com a receita médica ou odontológica, da rede pública ou privada, prescrita de acordo com a legislação vigente.

As farmácias populares funcionam de segunda à sexta-feira, no horário das 8h às 18h e aos sábados das 8h ao meio dia, não trabalham com cartão de crédito e/ou débito e estão distribuídas pela capital nos seguintes endereços:

FPB-BAIRRO DOS IPÊS
Rua Joaquim Pires, nº 371, Bairro dos Ipês
Tel.: 3224-6299

FPB-MANGABEIRA
Avenida Josefa Taveira, nº 1812, Mangabeira
Tel.: 3238-1566

FPB-CRUZ DAS ARMAS
Avenida Cruz das Armas, nº 838, Cruz das Armas
Tel.: 3215-6073

FPB-CENTRO
Avenida Dom Pedro II, nº 231, Centro
Tel.: 3214-2841

FPB-VARJÃO
Rua Dois de Fevereiro, nº 443, Rangel
Tel.: 3223-5315

FPB-COSTA E SILVA
Rua Graciliano Delgado, s/n, Costa e Silva
Tel.: 3214-1888

Assessoria

Leia Também