João Pessoa, 19 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

PSDB: de Cícero ou de Cássio?

Comentários:
publicado em 26/02/2011 às 08h28
A- A+

A paz está longe de ser incensada no PSDB paraibano. Robustecido pelo posto de primeiro secretário do Senado, Cícero Lucena será osso duro de roer e os cassistas podem ser obrigados a engolir o ex-prefeito no comando do ninho tucano por mais tempo do que se calculou.

Pelas últimas entrevistas, o senador nem cogita deixar a legenda que lhe alçou a um dos cargos mais importantes da Mesa Diretora do Senado da República. Cícero sente que esta é a hora de se impor e dar o troco ao grupo Cunha Lima que lhe obrigou a guardar a viola e assistir a caravana passar nas eleições passadas.

O tucano busca sair da discrição e botar o bloco na rua para o Carnaval de 2012. Enfraquecido pelo resultado do pleito passado, de onde saiu arranhado pelo apoio apático ao candidato derrotado, Cícero vai apostar todas as fichas na tentativa de retomar a Prefeitura de João Pessoa.

Nas conversas com políticos tem dito que será candidato em qualquer circunstância contra Luciano Agra (PSB) e com aval da direção nacional do PSDB. O problema é que Cícero proferia o mesmo discurso em 2010. E o que se viu? Passados meses de intenso debate entre os divergentes, ele terminou acuado, renunciando a candidatura e se rendendo a ala majoritária capitaneada por Cássio Cunha Lima.

O duelo tem tudo para ser reeditado daqui pra frente. O mandato de senador e a primeira secretaria do Senado dão vantagem a Cícero na disputa interna. Por outro lado, enfrentará Cássio, que, apesar de continuar sem mandato, detém o maior PIB eleitoral do tucanato, posição que lhe rende a condição de líder de um exército com notável influência no jogo político.

Provavelmente a direção nacional do PSDB não meterá a colher nesse angu pequeno da Paraíba. Quem tiver a bicada mais segura, mandará no ninho. Dessa vez, Cícero já entra preparado para desviar as bolas de gude e óleo diesel na pista.

Roosevelt Vitta, a coletiva e os argumentos – Escalado pelo presidente do Aeroclube, Rômulo Carvalho, a falar em nome da entidade, na entrevista coletiva à imprensa, o advogado Roosevelt Vitta foi pra cima da Prefeitura de João Pessoa. “Não houve processo administrativo. Foi um ato único. O poder público só pode desapropriar após justa e devida indenização aos proprietários do patrimônio”.

João Dantas e a polêmica homenagem – Pegou fogo no Correio Debate (rádio) de ontem enquete sobre a idéia do vereador Adones Júnior (PMDB) que denominou de João Dantas, algoz de João Pessoa, uma rua da cidade de Santa Rita. “Ele foi um jornalista e advogado que fez história”, argumenta.

Governo e Polícia iniciam negociação – O secretário Executivo da Casa Civil, Lúcio Flávio Vasconcelos, pediu o prazo de um mês aos representantes da Polícia para uma Comissão apresentar uma solução. Admitiu a possibilidade de o Governo conceder aumento a partir de setembro. Já é alguma coisa.

Nova lei – A categoria até já admite a ilegalidade da PEC-300. Na reunião de anteontem, os representantes sugeriram ao Governo o envio de uma nova Lei para vigorar só a partir de 2011.

Sem acordo – Para o coronel Maquir Cordeiro, da Caixa Beneficente da PM, o pedido de prazo de 30 dias “representa uma proposta vazia”. Portanto, a greve será pauta na Assembléia de segunda.

Carnaval – O plano elaborado pelo comando da Polícia Militar para o Carnaval prevê o acréscimo de 4.200 policiais nas ruas, 200 viaturas e 100 motocicletas, segundo o coronel Euller Chaves.

Bacanas – O antenado leitor Chico Oliveira (faos58@yahoo.com.br) sugere um novo programa governamental de assistência aos bacanas de João Pessoa. “Aeroclube: Minha Nave, Minha Vida”.

Vice-líder – Confirmado novo vice-líder do Governo, o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) garantiu que fará da função um canal para priorizar os pleitos da Paraíba junto ao Governo Federal.

Quem acredita? – Entrevista de Vitalzinho ao repórter Carlos Sousa, da Correio Sat. “Maranhão está confirmado na Caixa. Na verdade ele queria descansar da longa jornada. Não queria cargo agora”.

Encontro – Quase ninguém ficou sabendo. O governador Ricardo Coutinho (PSB) e o ex-governador Cássio Cunha Lima tiveram reunião demorada na última segunda na Granja Santana.

Frutificando – O deputado federal Ruy Carneiro comemora a adesão da bancada federal e do governador ao Fórum em Defesa da Paraíba. Anuncia encontro de todos já no próximo mês.

Estratégia– Aos poucos, o PT vai ampliando os espaços no Governo Agra. Emplacou ontem Francisco Linhares no Turismo. É mais um motivo para Luiz Couto defender a aliança com o PSB.

Proveitosa
A reunião entre o deputado Domiciano Cabral (DEM) e o prefeito de Bayeux, Jota Júnior (PMDB) foi tão produtiva que ambos já marcaram para a próxima semana nova rodada.

PINGO QUENTE – Por lapso do colunista, a seção Pingo Quente repetiu a frase do leitor Chico Soares, na notinha “Bacanas”.
 

Reprodução do Correio da Paraíba