João Pessoa, 22 de setembro de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 2007 pela UFPB. Filho de Marizópolis, Sertão da Paraíba. Colunista, apresentador de rádio e TV. Contato com a Coluna: heroncid@gmail.com

Sabedoria

Comentários:
publicado em 27/02/2011 às 08h18

Desde que foi anunciada a reunião da bancada federal com o governador Ricardo Coutinho, fruto do pacto pregado pelo deputado Ruy Carneiro, os paraibanos de bem devem ter intensificado as consultas ao livro de Provérbios pedindo a Deus que empreste discernimento aos nossos homens públicos para que essa oportunidade não seja desperdiçada.

Ainda bem que não foi preciso distribuir uma cartilha aos nossos representantes com ensinamentos do Rei Salomão. Sem precisar recorrer às sagradas escrituras, a nossa bancada finalmente se abstraiu das diferenças partidárias e ideológicas e entendeu que é chegado o instante da Paraíba se livrar da condição de mera arena de embates estéreis.

Em março, nossos deputados, senadores e o governador darão o primeiro grande gesto, após décadas de infrutífera guerra partidária. E isso não significa que nenhum deles abrirá mão de suas convicções. Dividir o mesmo espaço em nome do interesse macro não significa achegamento político ou coisa parecida.

Nessa Paraíba tão prejudicada pela quase cultural disputa dos cordões azul e encarnado, a simples atitude de nossos líderes na direção de um diálogo maduro já é acontecimento digno de registro e torcida. Não dá mais para nos alimentarmos da picuinha barata e do revanchismo atrasado, sem qualquer sentido hoje em dia.

Chegou a hora de virar esse jogo. É hora de sonhar com todos os nossos representantes pedindo ao Governo Federal a extensão da duplicação da BR-230 até Cajazeiras, por exemplo. A Paraíba seria definitivamente unida de ponta a ponta por asfalto e pensamento.

É hora de estufar o peito e sentir orgulho de ver nossa classe política brigando, mas pela instalação de grandes fábricas e de projetos estruturantes. Os paraibanos esperam e anseiam ver antigos ‘adversários’, lado a lado, atravessando a porta do gabinete de Dilma entoando um coro uníssono: presidente, aqui está a Paraíba.

O Detran, os supersalários e a omissão – Onde estavam os ex-diretores do Detran que não identificaram a existência de sete funcionários que recebiam salário superior ao do governador do Estado? Os privilegiados servidores tinham direito a invejável remuneração de R$ 23 mil. Ou os ex-dirigentes foram omissos ou não tiveram capacidade de perceber o escândalo…

Um novo plano – O novo secretário de Turismo de João Pessoa, Francisco Linhares, anunciou a elaboração de um plano de turismo, por orientação do prefeito Luciano Agra (PSB). Disse que o último foi de 1977. Imaginava-se que Agra e Ricardo já tivessem feito.

Turistas – A CVC Viagens manda toda semana 400 turistas de São Paulo para João Pessoa nesse período de alta estação. Em contato com a presidente da PBtur, Ruth Avelino, a agência prometeu dobrar este número nos próximos meses. Ruth ficou animada.

Vôo direto – O Governo conseguiu o compromisso da direção nacional da TAM: a empresar vai abrir um vôo direto de São Paulo para Campina Grande, antiga reivindicação dos campinenses.

Munição – Informação que ficou guardada. Quando o novo Governo tomou posse, não havia reserva de munição na Secretaria de Segurança. Pernambuco emprestou 10 mil cartuchos.

Reparo – O presidente da Ubam, Leonardo Santana, diz que 2011 é o ano ideal para “deputados e senadores se redimirem com os prefeitos brasileiros”. Acha fraca a atuação da última década.

Concorrência – Atenção PSDB, PMDB, PT e PSB. Concorrência à vista. O diretório municipal do PT do B ameaça lançar candidatura própria em João Pessoa. Agra, Cícero e Manoel que se cuidem.

Revolta – Os ricardistas lotados na Secretaria de Desenvolvimento Humano estão uma ‘arara’ com a surpreendente nomeação de Ana Kelly Martins na secretaria da Comissão Intergestora Bipartite.

Motivo
Os funcionários adeptos do ricardismo dizem que Ana era da confiança da ex-secretária Giucélia Figueiredo e comandou com afinco as campanhas de Maranhão e Frei Anastácio.

Sem espada – Mexeram com os brios do guerreiro Aldeone Abrantes, de Sousa. Chateado, o vereador ainda espera a nomeação da esposa para a gerência regional de Ensino. Tá se achando esquecido.

Corda esticada – Os policiais paraibanos se reúnem amanhã em Assembléia Geral, no Ginásio da Caixa Beneficente da PM, em João Pessoa. A categoria pode esticar a corda e decretar greve no carnaval.

Pra registrar – Os “filiados” do Partido Pátria Livre passam este final de semana coletando assinaturas para o registro da legenda na Justiça Eleitoral. A concentração foi deflagrada no Ponto de Cem Réis.

Transitando bem – O senador Vital Filho (PMDB) não tem do que reclamar desse começo de legislatura. Indicado para a Comissão de Orçamento, ainda somou no currículo a vice-liderança do Governo.

PINGO QUENTE“Na vida quem não é um pouco de marionete”? Indagação do deputado Toinho do Sopão, ao defender que quem está aprendendo não escapa dessa condição de manipulado.

Reprodução do Correio da Paraíba

Leia Também